Caderno de Receitas

da Cynthia Semíramis

Eu já… eu nunca…

A Rita fez uma listinha de “eu já… ” e “eu nunca…”, inspirada na Tina, que por sua vez se inspirou na Marina W. Resolvi fazer a minha versão falando só sobre alimentação:

  • Eu já coloquei sal ao invés de açúcar em maçãs ao vinho.
  • Eu nunca comi comida japonesa (e não tenho a menor curiosidade em experimentar).
  • Eu já virei uma tigela de claras em neve de cabeça pra baixo pra explicar pro marido que estariam no ponto certo quando a tigela fosse virada e as claras não caíssem. Caíram.
  • Eu nunca fiz piquenique com minha toalha de piquenique.
  • Eu já escolhi legumes e queijo no supermercado através do olfato, levando pra casa o que estivesse com o cheiro mais atraente. É um método excelente para ter ingredientes de primeira qualidade. Pena que o olfato nem sempre colabora…
  • Eu nunca cozinhei feijão
  • Eu já fiz pizza, fettuccine, ravioli e tagliatelle.
  • Eu nunca comi escargot (e nem quero).
  • Eu já fiz dieta a sério, indo a nutricionista e endocrinologista, contando 800-1000 calorias por dia, fazendo exercícios físicos, etc. Deu tudo errado (hormônios enlouqueceram, tive anemia e labirintite), e passei uns bons meses de repouso até me recuperar.
  • Eu nunca tive nem usei panela de pressão
  • Eu já tentei ser vegetariana, com orientação nutricional e todas as precauções a que tinha direito. A anemia me derrubou mesmo assim.
  • Eu nunca fiz curso de culinária. Aprendi a cozinhar lendo blogs e livros de comida.
  • Eu já fiz ração caseira pros gatos. Gostaram… mas enjoaram em dois dias.
  • Eu nunca aprendi a fazer a fabulosa carne assada da minha avó.
  • Eu já errei a mão e deixei o macarrão – importado e caro – cozinhar demais.
  • Eu nunca comi empanadas em Buenos Aires
  • Eu já passei uma semana em Londres com 10 libras pra comida por dia. Eu certo e foi ótimo.
  • Eu nunca imaginei que fosse sentir tanta falta de bife de chorizo, cheddar e coca-cola diet sem cafeína.
2 comentários »

Comidinhas fáceis de fazer

Amigos queridos se casaram recentemente. Ela quer aprender a cozinhar, especialmente depois que ganharam um fogão muito bom (digo isso porque é igual ao meu 😉 ) e me pediu dicas de comidas simples e fáceis pra quem não sabe o básico de cozinha. Como eu já estive na posição dela, e tive muitas dificuldades até começar a ler blogs de comida, entendi o problema e resolvi ajudá-la com esta listinha:

Petiscos:

Comida de sal:

Sobremesas:

Dúvidas sobre medidas ou métodos de preparo de massa, arroz e risotto? O FAQ da La Cucinetta responde todas!

Deixe um comentário »

Rápidas e práticas

Estou de férias, tentando descansar. Aproveitei pra procurar receitas simples, que vão me facilitar a vida a partir da correria de agosto. Pra não esquecer, fiz uma listinha do que vi de interessante. À medida que for testando, vou publicando no blog.

  • Duas dicas das Rainhas: seleta de legumes e bolo de fubá cremoso. Nos comentários tem a sugestão de rechear o bolo com côco ao invés de queijo
  • Parmesan popovers da Fezoca, pra quando a fome for de pãozinho salgado
  • Bolo de caneca, feito no microondas. Fica pronto em 3 minutos. A receita que eu postei é a da Laila, pois foi a primeira que conheci, mas já vi inúmeras variações blogosfera afora.
  • O Panelinha está fazendo uma experiência: um blog de introdução à cozinha, com receitas facílimas para UMA pessoa. Já entrou na minha lista de favoritos, pois somos dois aqui em casa, mas com gostos distintos, então é como se eu cozinhasse apenas uma porção.
  • Uma coisa que eu adorava comer quando criança eram ovos quentes. Cresci, não aprendi a receita, mas a Ana Elisa ensinou a fazer ovo poché. Em breve, vou testar, com certeza.
Deixe um comentário »

O que não pode faltar na minha despensa

A Ana Elisa quer saber, e eu faço a minha listinha. Na minha cozinha, não pode faltar:

  1. manteiga: uso pra biscoitos, bolos e molhos
  2. ovos: para omelete, ovo frito, biscoitos, bolos, massas, sorvetes… impossível não ter em casa
  3. tomate: compro sempre o italiano orgânico, ou uso o pelado enlatado. Amo salada de alface e tomate, e até vivo sem alface, mas coloco tomate em tudo o que vou comer
  4. alho em pasta: uso pra molhos, e pra fazer o arroz do marido. Eu detesto mexer com alho cru, então só uso a pasta pronta
  5. massas Barilla: prefiro gastar mais comprando Barilla, mas ter certeza do bom resultado. Todas as outras massas não-recheadas que cozinhei foram um fiasco. Na minha despensa sempre tem, pelo menos, uma massa curta e outra longa
  6. queijo parmesão: fundamental para molhos, biscoitos, alegrar o couscous marroquino, e ainda servir com massas. Sempre que vou no supermercado, compro pelo menos um pedacinho, e deixo pra ralar na hora de usar
  7. chocolate amargo: na verdade, a despensa tem inúmeros tipos de chocolate, pois o marido é viciado neles. Eu faço questão de só cozinhar com chocolate que tenha mais cacau que açúcar, e nunca deixo faltar nem barras de chocolate amargo nem cacau em pó
  8. farinha de trigo: para bolos, biscoitos, empanados e, de vez em quando, até massa de pizza ou pão
  9. palitos de queijo congelados: são mais gostosos que os pães de queijo industrializados, e uma ótima solução para lanches de última hora
  10. atum ou sardinha em lata: é a salvação na hora da fome, depois de um dia cansativo e paciência zero pra fazer comida. E ainda tem a carinha feliz dos gatos por terem fugido da ração, pois eles até choram pra ganhar uma porção minúscula. Whiskas sachê, que nada! Bom mesmo é atum em lata, que é menos industrializado e ainda gera confraternização entre bípede e quadrúpedes…
Deixe um comentário »

Retrospectiva

As Rainhas fizeram umas perguntinhas no estilo retrospectiva. Como pergunta de rainha é uma ordem, vamos às respostas:

Quais foram as receitas (do Rainhas ou não) que brilharam na sua cozinha em 2007?
neste ano minha cozinha ficou bem parada, só retomei o comando do fogão no finzinho de novembro, então é difícil até avaliar… mas sem dúvida o molho de tomate e o sorvete de leite condensado foram as comidinhas mais brilhantes

Que novo (ou novos) sabor(es) você descobriu?
Umas salsichas esquisitas que comi no Chile, mas que não sei o nome. Azeitona (fiquei mais de 10 anos sem comer azeitona, nem lembrava do gosto). Também comi alguns peixes no self-service, superando uma antiga aversão…

Que produto novo você testou e aprovou?
Palito de queijo congelado da “Sabor em Queijo”. Apesar de ser salgado e gorduroso, é mais gostoso que o pão de queijo congelado tradicional (que também é salgado e gorduroso, esqueceram que sou mineira?)

Qual foi sua melhor aquisição para a cozinha (utensílios, livros, etc)?
Livros: Larousse da cozinha prática
Utensílios: sorveteira

Se você tem e qual é a sua simpatia culinária para a noite de Reveillon?
não abro mão de uma taça de um bom vinho 😉

Deixe um comentário »